Brasil Império Anéis de Formatura e Alianças

Origens da Aliança e do Anel



 

- Simbologia do Anel Nupcial

Os hindus foram os primeiros a usar alianças de casamento. Essa tradição foi trazida para o ocidente por gregos e romanos no século dois, 

No início, a aliança era vista como um "certificado de compra" da noiva e também como um aviso para outros homens de que ela já não estava disponível.
Após o século IX, a Igreja Cristã a adotou como símbolo de fidelidade na união.
Tornou-se um presente tradicional na antiga Roma, símbolo do ciclo da vida e da eternidade era o símbolo do juramento público entre um homem e uma mulher.
Os antigos gregos e romanos definiram o quarto dedo da mão esquerda, como o dedo da aliança, acreditando que por ele passava a “vena amoris” (veia do amor) uma veia que seguia diretamente para o coração.
A aliança mais usada é o aro de ouro, pois este metal, além de belo não é corrosível, permanecendo inalterado através dos anos.
É o metal ideal para simbolizar a união em harmonia com o Tempo e o Cosmo.


 


 

- Simbologia do Anel de Grau: 

"Os anéis, em geral, são responsáveis pela indicação de diversas situações e estados. A aliança dourada na mão esquerda, por exemplo, indica que uma pessoa é casada. Se estiver na direita, porém, já entendemos que ela está noiva. Reis medievais quase sempre utilizavam anéis em seu cotidiano, ao invés da incômoda coroa. O anel de formatura, por sua vez, é um item da composição visual de uma pessoa que indica que ela passou por um rito de passagem: a formação em determinada área de conhecimento."

Origem da tradição

Na Antiguidade, somente membros da realeza e do clero podiam usar anéis. Eles distinguiam as pessoas especiais das comuns. Mais tarde, homens que conseguiam uns feitos notáveis, que os destacassem na sociedade, também adquiriam o direito de usar um anel que representasse seus atos.

Já na Roma Antiga, pessoas de famílias importantes passaram a usar anéis com o brasão da família. Eles tinham, no entanto, uma função diferenciada: serviam como uma espécie de carimbo portátil, para autenticar cartas e documentos da família.

O conceito dos anéis de formatura baseia-se nessa tradição de premiar com um anel quem alcança algo digno de nota, sobressaindo-se na sociedade, independentemente de seu berço. Por essa razão, a jóia não deixa orgulhoso somente quem o recebe, mas também os pais e a família do formando. A peça em si é o símbolo que realça o valor da conquista desse profissional.

Feitos de ouro (nobre e indestrutível assim como a erudição), os anéis de formatura apresentam os símbolos de cada profissão e estão sempre acompanhados por diamantes (eternos como o saber).

Além dessa gema, outras pedras preciosas comumente utilizadas são a safira, a esmeralda e o rubi. A safira é usada por representar a sabedoria, exatidão, constância e verdade. É a pedra dos cursos de Administração, Arquitetura, Engenharia e outros ligados a áreas de exatas e ciências.

A esmeralda, por seu lado, é a pedra da cura. O imperador romano Júlio César ajudou a difundir essa crença. Ele sempre usava uma esmeralda, pois acreditava que ela preveniria seus ataques de epilepsia. Por isso, formandos na área de saúde costumam ganhar anéis com essa gema.

O rubi representa o dom da palavra. Os gregos acreditavam que, por ser rara, esta gema estava ligada à difícil arte de comunicar-se bem. Ingressantes nas carreiras de Direito e Jornalismo, assim como outros cursos ligados à comunicação, costumam receber jóias com rubi.

Nos dias de hoje

Segundo consta nos livros de história, o anel de formatura, na forma que hoje o conhecemos, foi inventado por um grupo de alunos de West Point, academia militar tradicional dos Estados Unidos, em 1835. Os formandos queriam demarcar não só a passagem deles pela escola, mas também identificar de qual turma eles faziam parte, como uma demonstração de amizade, de superação em comum", 
Depois desta turma, a escola rapidamente institucionalizou o anel de formatura, tornando-se, assim, uma tradição. 

Outras escolas norte-americanas a imitaram e, em pouco tempo, pessoas estrangeiras que estudavam neste país voltavam para os seus respectivos países ostentando o anel conquistado, e a tradição foi se espalhando mundo afora. 

"O modelo inicial era similar a um anel-sinete, mas rapidamente cada instituição foi estabelecendo novas formas".

No Brasil, o anel de formatura se tornou um prêmio. "É um presente tradicional dado pelos pais ou padrinhos aos formandos. Possui um formato padrão, em que de um lado existe o emblema da área do formando e, no centro, uma pedra de cor simbolizando a profissão. Portanto é um símbolo de superação de uma fase importante da vida acadêmica e também um presente de reconhecimento dos pais  ou padrinhos pelo esforço e conquista do filho".

A relação entre as cores e tipos de pedras com as profissões, embora haja inúmeras explicações, todas estão relacionadas ao modo que o Ocidente lê o significado das pedras. 

"Por exemplo: a ametista é indicada para o formando de Teologia porque ela é uma pedra preciosa que simboliza meditação e espiritualismo".

As carreiras tradicionais são as que mais se importam com o ritual de formatura, por isso é muito mais fácil encontrar pessoas usando anéis de formatura de Medicina, Odontologia ou Direito do que de Ciências Sociais ou Artes Visuais.

Novas profissões estão surgindo e para elas, novos simbolos são desenhados e suas pedras correspondentes são definidas.


 Fonte: Patricia Sant'Anna; professora do Curso de Design de Joias da Universidade Anhembi Morumbi.

De qualquer forma, o anel de formatura é um presente inesquecível e único, que indica um rito de passagem, ou seja, a finalização de uma parte fundamental da formação de alguém, marcando uma etapa importante da vida. 

Esse componente emocional é um dos principais motivos que fazem essa peça nunca sair de moda e ter se tornado um clássico, indispensável para todos os formandos.

Energia

Para os orientais cada dedo das mãos esta ligado, através de um meridiano a alguma parte do corpo humano, principalmente aos chacras, nossos centros de energia.
Sendo dessa maneira, o dedo anular regido pelo sol, planeta associado ao brilho, ao esplendor e ao sucesso pessoal e profissional.  É por este motivo que o anel de formatura  é utilizado neste dedo, como uma forma de atrair sucesso, reconhecimento profissional, brilho e prestigio.

Confira em nossa página "Emblemas e Cores" os simbolos das profissiões e as pedras correspondentes.

    •        
    gestão mercadolivre - plataforma sisecommerce
Atendimento Telefônico
Segunda a Sexta - 9:00h às 18:00h
Sábados - 9:00h às 11:00h

Telefone(s): (15) 3224-2753 
gestão mercadolivre - plataforma sisecommerce
Certificados e segurança
Tradição desde 1990 em Anéis de Formatura e Alianças
gestão mercadolivre - plataforma sisecommerce
Copyright© 2004 - Todos os direitos reservados.
gestão mercadolivre - plataforma sisecommerce
Recomendamos

BRTickets Sua loja de ingressos online  D'Tudo Eletrônicos e Acessórios  Brasil Império
gestão mercadolivre - plataforma sisecommerce
gestão mercadolivre - plataforma sisecommerce